Vai fazer compras de mercado on-line? Veja nossas dicas

Confira alguns segredos e dicas para que suas compras cheguem corretamente.

Ir ao mercado costumava ser uma atividade que fazíamos com uma frequência pré-estabelecida: produtos de limpeza mensalmente, verduras e legumes uma vez por semana e outros alimentos mais aleatoriamente. Porém, o mercado virtual, que era tímido até pouco tempo atrás, virou uma opção muito mais segura, prática e, às vezes, necessária.

Inicialmente, pode parecer a mesma coisa, mas fazer compras de supermercado online exige maior atenção a alguns itens e uma organização mais detalhada. Aqui elencamos algumas dicas para não errar. 

1 – Faça uma lista de itens

Parece igual a fazer as compras do mercado fisicamente, mas é uma dica que também ajuda a escolher o mercado virtual onde você fará as compras. Ao fazer a lista, crie categorias: produtos de limpeza, de higiene, mercearia, alimentos não perecíveis, frescos e bebidas. Dessa maneira, você visualiza melhor a quantidade de produtos em cada categoria e pode aproveitar alguma promoção de mercado específico. 

2 – Verifique o prazo de entrega

Ao realizar o pedido, é muito importante verificar o prazo de entrega. Alguns mercados podem ficar congestionados eventualmente (especialmente em períodos mais rígidos em relação a horários de funcionamento durante a crise sanitária) e aumentar o prazo para entrega sem que você perceba. Por isso, caso sua lista contenha alimentos frescos ou congelados, esteja atento em relação ao prazo de entrega. Em relação a carnes, caso o produto seja descongelado, você não poderá congelá-lo novamente, o que pode ser um problema se você estiver comprando em grande quantidade. 

3 – Aproveite promoções e descontos

Eventualmente, mercados grandes e de nicho costumam fazer promoções para algumas categorias de produtos. Alguns aplicativos também possuem descontos para compras acima de certo valor ou oferecem frete grátis (também a depender do valor final da compra). Verifique se o mercado conta com algum tipo de fidelização que possa gerar descontos. Alguns têm dias específicos: terça da limpeza, sexta da cerveja, sábado do churrasco, etc. Essas promoções, clássicas dos mercados físicos, não apenas permaneceram no mundo virtual, como expandiram bastante. 

4 – Produtos indisponíveis

Às vezes o supermercado não consegue atualizar a tempo a disponibilidade de um produto, especialmente com tantas pessoas comprando online cada vez mais. Por isso, é importante que você verifique as opções existentes para a eventualidade de o produto selecionado estar indisponível: reembolso, contatar um atendente ou deixar a substituição a cargo da empresa responsável pela entrega.

Caso queira um produto que aparece como indisponível, mas você tem certeza de que sempre tem no mercado que você costumava ir pessoalmente, verifique se existe a opção de adicionar um item que não conste no catálogo. Esses detalhes evitarão que suas compras cheguem incompletas ou erradas, o que é extremamente desagradável, sobretudo no que diz respeito a alimentos. 

5 – Sem exageros

A oferta de descontos, cupons ou benefícios é grande e com isso aumenta a tentação de fazer compras desnecessárias ou supérfluas para “não perder a oportunidade” — o que em inglês é conhecido como FOMO – fear of missing out, uma ansiedade e receio de perder algo e depois não conseguir comprar por aquele valor atrativo.

O ideal é buscar promoções sem que isso atrapalhe seu planejamento e o que você realmente precisa, o que reforça a importância da lista separada em categorias. Apesar do momento de crise, não passamos por desabastecimento nos mercados, então não há a urgência de comprar antes que acabe ou aproveitar todas as promoções disponíveis. Isso apenas fará com que você gaste além do necessário e, em casos piores, gere desperdício de itens que podem expirar em um tempo relativamente curto.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*